Portal Fronteira Livre

Segunda, 06 de dezembro de 2021
MENU

Entretenimento

Spartaco Avelar, representante da MPB em Foz, conta um pouco de suas referências e de seu trabalho autoral

Ele é um dos representantes da Música Popular Brasileira no município e o personagem do segundo episódio da série ‘Ritmos de Foz’

115
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Spartaco Avelar, músico baiano, veio para a Terra das Cataratas em 1993. Ele é um dos representantes da Música Popular Brasileira no município e o personagem do segundo episódio da série ‘Ritmos de Foz’. Além de tocar canções da MPB, o músico está trabalhando em um projeto autoral, chamado Miranga.

Suas referências vieram da infância, com músicas de artistas como: Caetano Veloso, Chico Buarque, Milton Nascimento, João Gilberto, Djavan, Maria Bethânia, Gal Costa. “São canções que cresci ouvindo na minha casa, com meus irmãos”, revela.

Spartaco Avelar diz que “até 2005, 2008, essa música era bem fortalecida em Foz. Infelizmente, não vejo tanto espaço para MPB. A cidade respirava muito esse tipo de música, eu chegava a tocar de segunda a segunda, em dois lugares só com repertórios da MPB. Infelizmente hoje em dia não vejo mais esse movimento forte”.

 

 

Fonte/Créditos: Assessoria

Comentários:

Publicidade
Publicidade

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!