Portal Fronteira Livre

Sábado, 18 de setembro de 2021
MENU

Política

Nenhum PM da ativa participou dos atos de 7 de Setembro a favor de Bolsonaro

Coronéis afirmam até defender o impeachment de Bolsonaro como forma de pacificar e acalmar o país em meio a crises política, econômica e sanitária

194
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Nenhum PM da ativa participou dos atos a favor do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). Este foi o saldo do comando da Polícia Militar (PM) de São Paulo com relação às manifestações do 7 de Setembro na avenida Paulista.

O balanço foi comemorado pela direção da corporação que havia determinado que PMs de folga não deveriam participar de manifestações políticas no feriado, de acordo com reportagem de Rogério Pagnan, na Folha.

Apenas policiais aposentados foram identificados no protesto da avenida Paulista, como já era esperado, o que não configura transgressão disciplinar.

A orientação do comandante-geral, coronel Fernando Alencar Medeiros, era para que os oficiais punissem todos os subordinados flagrados participando de manifestações políticas nas folgas. A falta é considerada média.

O efetivo das corregedorias das duas polícias foi reforçado para enfrentar uma possível adesão. A avaliação da cúpula da segurança é que a ordem foi cumprida, e o comando de Alencar sai fortalecido.

Coronéis ouvidos pela Folha afirmam até defender o impeachment de Bolsonaro como forma de tentar pacificar e acalmar o país em meio a crises política, econômica e sanitária.

 

 

Fonte/Créditos: Com informações da Folha

Comentários:

Publicidade
Publicidade

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!