Portal Fronteira Livre

Segunda, 06 de dezembro de 2021
MENU

Política

Mourão deve disputar governo do Rio de Janeiro em 2022

PRTB se movimenta para ter vice-presidente como cabeça de chapa.

122
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, decidiu concorrer às eleições de 2022 e pode vir ao governo do Rio de Janeiro pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB).

A informação foi confirmada pelo presidente da legenda no estado, Antônio Carlos Santos.

“O general Mourão assumiu o protagonismo, a liderança de todas as pesquisas aqui no Rio de Janeiro, desconsiderando o prefeito Eduardo Paes, que não deve ser candidato. Ele tem vontade, é flamenguista doente, tem casa aqui, conhece os problemas do Rio de Janeiro, que é o segundo maior colégio eleitoral”, afirmou Santos.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do vice-presidente e aguarda resposta. Caso saia ao governo, Mourão deve contar com o atual governador Cláudio Castro (PL) como concorrente.

O diálogo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com o Partido Liberal pode inviabilizar o apoio do presidente ao seu atual vice, mas o PRTB sonha com o endosso.

“A gente tem esperança porque as pautas são muito parecidas. O PRTB é um partido conservador, de direita, e o vice-presidente sempre foi muito fiel a ele”, defendeu Santos.

Já para o PRTB, a possibilidade de contar com Mourão como cabeça de chapa é a chance de ascender com a eleição de um governador. “O PRTB precisa muito disso, é uma questão de sobrevivência, de ganhar notoriedade e espaço”, colocou o presidente da legenda no estado.

Caso não dispute o governo, Mourão, segundo o presidente do PRTB, também considera a vaga ao Senado, em que teria como possíveis concorrentes o atual mandatário da cadeira, Romário (PL), e o prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB).

Nos bastidores, havia uma análise se o gaúcho Mourão deveria concorrer no Rio Grande do Sul, sua terra natal, ou no Rio, mas o peso político fluminense fez a diferença.

A decisão oficial sobre qual cargo Mourão deve disputar ficará para março do ano que vem. Enquanto isso, ele deve aumentar o número de compromissos no Rio, como conversas com empresários.

Créditos (Imagem de capa): Reprodução

Comentários:

Publicidade
Publicidade

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!