Portal Fronteira Livre

Sábado, 18 de setembro de 2021
MENU

Economia

Dólar sobe a R$ 5,30 após atos de 7 de setembro anti democráticos de Bolsonaro

Na segunda-feira, moeda norte-americana havia fechado em queda

157
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O dólar opera em alta nesta quarta-feira (8), diante do acirramento das tensões políticas após os atos com pautas antidemocráticas de 7 de Setembro, e do discurso golpista do presidente Jair Bolsonaro durante as manifestações.


Às 13h19, a moeda norte-americana subia 2,06%, vendida a R$ 5,2826. Veja mais cotações.

Por volta do mesmo horário, a Bovespa caía mais de 2%.

Na segunda-feira, o dólar fechou em queda de 0,14%, a R$ 5,1760. Com o resultado, acumulou alta de 0,12% no mês. No ano, há recuo de 0,22% ante o real.


Cenário

Os mercados avaliam nesta quarta os desdobramentos políticos de 7 de Setembro. Protestos contra e a favor do governo do presidente Jair Bolsonaro marcaram o feriado da Independência no Brasil. Os atos aconteceram em meio a embates do presidente com o Supremo Tribunal Federal (STF), e em um contexto de queda na popularidade e nas avaliações sobre a administração Bolsonaro – e de uma acentuada crise econômica.

Durante os atos, o presidente fez ameaças golpistas, ao atacar o sistema eleitoral brasileiro, integrantes do STF e governadores e prefeitos que tomaram medidas de combate ao coronavírus. Bolsonaro dirigiu os principais ataques ao ministro do STF Alexandre de Moraes – e afirmou que não irá cumprir decisões dele.

As ameaças de Bolsonaro foram repudiadas por governadores e parlamentares, com aumento de apoio a um possível impeachment do presidente.

 

Comentários:

Publicidade
Publicidade

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!