Portal Fronteira Livre

Sábado, 18 de setembro de 2021
MENU

Educação

Biografia: Miguel Urbano Tavares Rodrigues

Conheça a vida, os livros e textos políticos de um dos maiores escritores portugueses

114
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Miguel Urbano Tavares Rodrigues (Moura2 de agosto de 1925 – Vila Nova de Gaia, 27 de maio de 2017) foi um jornalista e escritor português.

Foi redactor do Diário de Notícias entre 1949 e 1956, chefe de redacção do Diário Ilustrado (1956 e 1957), antes de se exilar no Brasil, onde foi editorialista principal de O Estado de S. Paulo (1957 a 1974) e editor internacional da revista brasileira Visão (1970 a 1974).

Regressado a Portugal após a Revolução dos Cravos, foi chefe de redacção do Avante! em 1974 e 1975 e director de O Diário entre 1976 e 1985. Foi ainda assistente de História Contemporânea na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (1974-75), presidente da Assembleia Municipal de Moura em 1977 e 1978, deputado à Assembleia da República pelo PCP entre 1990 e 1995 e deputado às Assembleias Parlamentares do Conselho da Europa e da União da Europa Ocidental, tendo sido membro da comissão política desta última. Tem colaborações publicadas em jornais e revistas de duas dezenas de países da América Latina e da Europa e é autor de mais de uma dezena de livros publicados em Portugal e no Brasil.

Miguel Urbano Rodrigues é filho de Urbano Rodrigues e irmão de Urbano Tavares Rodrigues.

Jornalista e escritor; militante histórico do Partido Comunista Português. Começou a carreira de escritor, ainda jovem, quando frequentava o curso de Letras na hoje Universidade de Lisboa, no Diário de Notícias (1949-1956) e depois, ainda capital portuguesa, no Diário Ilustrado (até 1957). Pressionado pela censura salazarista, deixou o país e fixou-se no Brasil: aqui esteve de 1957 a 1974, foi editorialista de O Estado de S. Paulo e, na primeira metade dos anos 1970, editor internacional da revista Visão – ao mesmo tempo em que participava do Portugal Democrático, órgão dos antifascistas portugueses editado, entre 1956 e 1975, também em São Paulo.

A aventura que foi o sequestro do “Santa Maria”, em 1961 – a famosa operação Dulcineia, capitaneada por Henrique Galvão (1895-1970) –, tornou-o amplamente conhecido e, de algum modo, conscientizou-o da necessidade de um combate mais organizado para a derrubada do regime de Salazar.

Simpático ao socialismo, três anos depois vinculou-se ao Partido Comunista Português/PCP (certa feita, observou que esta decisão, que marcaria toda a sua vida, fora influenciada pela leitura, em 1961, do romance O caminho das tormentas, de Alexei Tolstoi). A Revolução dos Cravos possibilitou o seu regresso a Portugal. Logo assumiu a redação do Avante!, órgão oficial do PCP e, em 1976, a direção de O diário, jornal de massas que circulou até 1990. A partir de 1986, dividiu o seu trabalho editorial com a intervenção política institucional: começou na Assembleia Municipal de Moura, passou como deputado pela Assembleia da República (1990-1995) e chegou à Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa.

Atumente estão disponíveis em Português as seguintes obras:

2001 Novo desafio cubano: O aperfeiçoamento empresarial — a Revolução está dentro de nós
2002 Lula e a ilusão da mudança
2002 O Regresso de Bolívar
2002  Revolucionários, rebeldes e falsos renovadores
2002  Do genocídio fascista israelense à heróica saga palestina
2002  Os intelectuais de esquerda na batalha da comunicação
2002  João Amazonas, um revolucionário irrepetível
2002 Girardi, um teólogo italiano reflecte sobre a Revolução Cubana
2002  Lições da insurreição popular
2002  México: A maré da indignação numa sociedade caótica
2002  Sobre a actualidade e necessidade do partido revolucionário
2002  As FARC-EP combatem pela humanidade
2002  Colômbia, o Vietname anterior à escalada
2002  Colômbia: O folhetim da extradição e a tríade Bush-Uribe-Castaño
2002  Intervenção em Florença, no Fórum Social Europeu
2002  A praxis da "empatia filosófica" entre Uribe e Bush
2002  O vulcão venezuelano
2003  Comunicação a ser apresentada ao Fórum Social Mundial 2003 no painel "Militarização, terrorismo e media" do seminário internacional "O novo Brasil no contexto mundial"
2003  John Holloway e o grito do anarquismo não consciencializado
2003  Vasco Gonçalves — O general do povo que fez história
2003  A Colômbia ameaçada de vietnamização pelo delírio bushiano
2003  A humanidade contra o IV Reich
2003  O governo Lula no fio da navalha
2003  Estamos todos nas trincheiras de Bagdad
2003  O assalto à razão no desafio à humanidade
2003  O povo do Iraque, herói colectivo, bate-se pela humanidade
2003  A inaceitável campanha contra os julgamentos de Cuba
2003  Aquilo que eles não perdoam a Cuba
2003  A luta contra o neofascismo tende a assumir dimensão planetária
2003  Galeano: A coerência e a incoerência
2003  O homem contra a máquina na Mesopotâmia milenária
2003  O IV Reich-USA não passará!
2003  O terrorismo neofascista dos EUA exige uma resposta global dos povos
2003  Uma derrota sem data espera os EUA no Iraque
2003  Sobre a ascensão do fascismo nos Estados Unidos
2003  Sobre a dívida externa como instrumento de dominação
2003  Uma festa revolucionária nos 39 anos das FARC
2003  Da guerra real no Iraque à guerra de diversão de Bush & Blair
2003  O Camaleão Elizardo
2003  A trinta anos do 11 de setembro chileno
2003  Um novo Chile recupera a memória
2003  As duas Bolívias em confrontação
2003  Reflexão sobre as duas derrotas de Uribe
2003  Compreender para avançar - Os povos do Iraque, do Afeganistão e da Palestina na vanguarda da luta
2003  Portugal, a América Latina e o saudosismo imperial da direita espanhola
2004  De Lucio, o traidor, a Simón, o herói
2004  O sonho da fraternidade na Argélia de Henri Alleg
2004  O III Encontro em Havana: Mobilizar a América contra a ALCA é uma exigência da história
2004  Uma semana na Venezuela bolivariana
2004  A tortura e a mentira no neonazismo do US Army
2004  O desencanto e a esperança
2004  Espectáculo kafkiano no Congresso da Colômbia
2004  Globalizar a luta numa era de viragem
2004  Álvaro Cunhal, um grande da História
2004  Esquerdas e esquerdismo, um livro de Octavio Rodriguez de Araujo [Prefácio]
2004  Ricardo, estamos contigo!
2004  As FARC resistem bem a uma ambiciosa ofensiva que visa a sua destruição
2005  Carta aberta de intelectuais à opinião pública internacional
2005  Mário Soares & Sampaio — as máscaras na pequena política
2005  Reflexão sobre as eleições portuguesas
2005  A venda de um novo Bush — operação de marketing
2005  Do final da II Guerra à crise de civilização
2005  Lições para Portugal do 'não' em França e na Holanda
2005  Recordando Álvaro Cunhal
2005  Recordando Vasco Gonçalves
2005  A opção do Partido Comunista do Chile nas últimas eleições presidenciais
2005  Prefácio à edição portuguesa de "Bolívar e a campanha da Venezuela"
2005  Carta a Oliverio, o padre das FARC
2005  Da globalização da luta à necessidade de um novo internacionalismo
2006  Schafik Handal — um revolucionário exemplar
2006  As muitas incógnitas da eleição peruana
2007  Jean Salem e a memória histórica
2007  200 000 arrancam a máscara ao governo de Sócrates
2008  Apontamentos sobre Trotsky — O mito e a realidade
2008  Breve reflexão sobre Portugal perante os desafios da crise
2008  Com a crise, lutas sociais tendem a se intensificar [Entrevista a Nilton Viana]
2009  Georges Labica – Um humanista revolucionário que amava a palavra, o pensamento e a vida
2009   Stalin, História e crítica de uma lenda negra – Um livro de Domenico Losurdo
2009  A solidariedade com o povo da Colômbia é uma exigência da história
2009  Eleições e participação na luta dos povos
2009  Obama em Oslo: O discurso da hipocrisia imperial
2010  A politica da administração Obama ameaça a humanidade
2010  A cultura integrada de Georges Labica
2010  Para onde vai a Argélia?
2010  Sócrates, até quando?
2010  O povo da Grécia luta pela Humanidade
2010  Crise, luta e esperança
2010  Em defesa das FARC
2010  O governo do PS participa activamente em guerras coloniais
2010  Um revolucionário assassinado
2011  Istambul, o tempo parado e o tempo em movimento
2011  Eleições e ruptura
2011  Líbia: O que os media escondem
2011  A Contra-Cultura na crise de Civilização
2011  EUA e aliados cometem crimes monstruosos na Líbia
2011 - O lento despertar do povo marroquino
2011  Portugal, espelho do funcionamento da engrenagem capitalista
2011  Domenico Losurdo, revolucionário e marxista criador
2011  O mundo à beira do caos
2011  O terrorismo de estado americano ameaça a humanidade e impede a paz
2011  O Povo da Grécia luta pela construção do futuro
2011  Khadafi morreu combatendo com dignidade e coerência
2011  Os protestos de Wall Street e as lutas em Portugal
2011  Alfonso Cano, Herói da Colômbia
2012  Os EUA a caminho de um estado totalitário e militar
2012  A desmontagem da "Democracia Representativa" – novo livro de Jean Salem
2012  Alexandr Yakovlev e o anti-comunismo cavernícola
2012  FARC – A luta continua
2012  Da utopia à revolta, da indignação à revolução
2012  Brasil redescoberto
2012  Entrevista ao Diário Liberdade
2012  Sobre os 90 anos do Partido Comunista Brasileiro
2012  Actualidade de Marx num mundo caótico à beira da barbárie
2012  FARC: 48 anos de luta revolucionária
2012  Desmontar a mentira para combater a alienação e dinamizar a luta
2012  As rupturas revolucionárias não são pré-datadas
2012  A esperança não morre
2012  A situação na Colômbia e o projecto das FARC-EP
2012  A indignação popular e o coro do medo
2012  A linguagem da verdade na luta de massas
2012  Os Bolcheviques e a Revolução de Outubro
2012  Luiz Carlos Prestes, num livro de Anita Leocádia Prestes
2012  As FARC-EP lutam pela Paz, o governo simula negociar
2012  O Povo Grego caluniado
2013  Portugal 2013
2013  As FARC-EP em Havana: A verdade e a mentira sobre uma guerrilha heróica
2013  As ideias transformam-se em forças quando as massas as assumem
2013  Por que lutavam eles na defesa de Madrid em 1936?
2013  O terrorismo de estado da administração Obama
2013  Portugal 2013, o direito à rebelião
2013  As FARC-EP, meio século de luta pela paz
2013  Henri Alleg (1921-2013) Um Comunista e Revolucionário exemplar
2013  A CIA e a guerra fria cultural
2013  Passos–Portas & companhia – um governo Kafkiano
2013  Colômbia: Estagnação nas conversações de Havana
2013  Hobsbawm, o Marxismo e os intelectuais
2013  Passos Coelho: da ambição de poder à vocação para a ditadura
2013  Passos Coelho, personagem das contra-utopias
2013  O oportunismo na estrada do comunismo
2013  Colaboracionismo e traição
2013  Sintomas de viragem
2014  A fuga de Peniche no centenário de Álvaro Cunhal
2014  Vésperas de ditaduras do capital?
2014  Capucho e o concerto da direita
2014  Destruir a Revolução Bolivariana, objectivo do imperialismo
2014  Sobre a construção do Partido Comunista do Vietnam
2014  O 25 de Abril e o direito à rebelião
2014  O discurso insano
2014  Joaquín Becerra e o neofascismo colombiano
2014  EUA: um estado terrorista inimigo da humanidade
2014  Lenin e o revisionismo
2014  Reencontro com o Brasil
2014  Um Zoo humano de inimigos do povo
2015  Da leitura de Bernstein e Kautsky à teoria e prática Marxistas de Lenine
2015  Colombo, um D. Quixote que chegou à América desafiando a Geografia e a História
2015  O ódio aos russos do fascismo ucraniano
2015  O Trotsky de Padura, Danton e a Revolução
2015  A Grécia Revisitada – I: O SYRIZA sem máscara
2015  Atenas Revisitada – II: Grécia mártir, heroica, humanizada
2015  Grécia revisitada – Conclusão: Um grande Povo e a sua grande herança
2015  A crise grega demonstra que a alternativa ao sistema capitalista passa pela Revolução
2015  O jogo da hipocrisia num sistema institucional apodrecido
2015  Reflexão sobre as eleições
2015  A recuperação da memória na luta dos Povos
2016  A contra utopia de Huxley e o seu pessimismo
2016  Apontamento sobre a metamorfose de Pacheco Pereira
2016  Lenine e o imperialismo
2016  Do cessar-fogo na Colômbia à paz, desejada mas muito distante
2016  Hillary Clinton, a rainha do caos – um livro de Diana Johnstone
2016  América Latina, da ficção à realidade
2016  Uma guerra esquecida – A derrota dos EUA no Laos
2016  Humboldt e o descobrimento da natureza
2016 Que futuro para as FARC?
2016  Reflexão sobre histórias polémicas do PCUS, da Revolução de Outubro e da URSS
2016  Daniel Ortega traiu a Revolução sandinista
2016  Fidel, um Aquiles comunista
2016  Os povos da ex-URSS
2017  Losurdo e a atualidade da luta de classes
2017  Álvaro Lins
2017  Orhan Pamuk e as duas Turquias
2017  A guerra afegã forjada por Svetlana Alexievich

  O óbvio difícil: Tornar transparente a ameaça à humanidade
  Os herdeiros do austro-marxismo na batalha ideológica
  Seara de ódio num campo de incógnitas

Comentários:

Publicidade
Publicidade

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!