Terça, 23 de Julho de 2024
(45) 99849-1698
Sociedade PLANO SAFRA

Plano Safra da Agricultura Familiar 2024/2025, um marco na agricultura brasileira

Um compromisso com a segurança alimentar e o desenvolvimento rural do país

03/07/2024 20h56
Por: Redação
O presidente Lula ao lado de ministros e de produtores e produtoras familiares: crédito recorde, juros baixos. Foto: Ricardo Stuckert / PR
O presidente Lula ao lado de ministros e de produtores e produtoras familiares: crédito recorde, juros baixos. Foto: Ricardo Stuckert / PR

O Plano Safra da Agricultura Familiar 2024/2025, lançado nesta quarta-feira (3/7) pelo Governo Federal, se destaca como um marco histórico para o desenvolvimento do campo brasileiro. Com um investimento recorde de R$ 85,7 bilhões, o plano oferece diversas medidas inovadoras para fortalecer a agricultura familiar e promover a produção sustentável de alimentos saudáveis para o Brasil.

O presidente Lula enfatizou a importância da agricultura familiar para a garantia da segurança alimentar e o desenvolvimento do país. "A gente tem que incentivar as pessoas a produzirem. Se a gente fizer isso, se comprar máquinas, produzir mais leite, mais queijo, plantar mais tomate, pepino, chuchu, não vai ter inflação de alimento”, afirmou.

O Plano Safra 2024/2025 destina R$ 76 bilhões ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), um valor 43,3% superior ao anunciado na safra 2022/2023. Esse aumento demonstra o compromisso do Governo Federal em impulsionar o setor e garantir melhores condições de vida para os agricultores familiares.

Uma das principais novidades do Plano Safra é a redução de juros nas linhas de crédito do Pronaf. Para a produção de alimentos, a taxa de juros cai de 4% para 3%, enquanto para o Pronaf Custeio - produtos da sociobiodiversidade, a redução é de 3% para 2%. Essa medida visa facilitar o acesso ao crédito e reduzir os custos de produção para os agricultores familiares.

Novas linhas de crédito:

  • Pronaf Mais Alimentos: com recursos de R$ 12 bilhões para compra de máquinas e implementos agrícolas de pequeno porte, com taxa de juros de apenas 2,5% a.a.
  • Pronaf Microcrédito: as famílias agricultoras com renda de até R$ 50 mil por ano poderão acessar até R$ 35 mil, com taxa de juros de 0,5% e desconto de até 40% para quem paga em dia.
  • Pronaf Floresta e Pronaf Semiárido: redução da taxa de juros de 4% para 3%.
  • Pronaf Mulher e Pronaf Jovem: redução da taxa de juros de 4% para 3%.
  • Pronaf Agroecologia, Pronaf Bioeconomia e Pronaf Produtivo Orientado: redução da taxa de juros de 4% para 3%.

Outras medidas importantes:

  • Ampliação do acesso ao crédito: o plano prevê a inclusão dos agricultores familiares do Pronaf e suas cooperativas no Grupo de Beneficiários do Fundo Garantidor de Operações (FGO), além de aumentar a participação do Executivo Federal no fundo.
  • Programa de Aquisição de Alimentos (PAA): aumento do limite de aquisição de produtos de agricultores familiares de R$ 15 mil para R$ 30 mil reais na modalidade de compra direta em situações emergenciais.
  • Programa Nacional de Fortalecimento do Cooperativismo, Associativismo e Empreendimentos Solidários da Agricultura Familiar (Coopera Mais Brasil): investimento de R$ 55 milhões para o apoio à gestão de 700 cooperativas.
  • Programa Nacional de Florestas Produtivas: recuperação de áreas rurais degradadas para fins produtivos, por meio da adequação e regularização ambiental da agricultura familiar.
  • Edital do Programa de Fortalecimento das Redes de Agroecologia, Extrativismo e Produção Orgânica (Ecoforte): investimento de R$ 100 milhões em projetos com valores entre R$ 1 milhão e R$ 3 milhões.
  • Regularização fundiária: financiamento de todas as etapas do processo de regularização fundiária de imóveis rurais.

Leia mais: Calça Jeans Dom Farias: A Peça Perfeita para o Pai que Busca Conforto e Estilo

O lançamento do Plano Safra foi marcado por uma mostra de 45 máquinas agrícolas e uma feira de produtos orgânicos na Praça dos Três Poderes. A mostra de máquinas tem como objetivo demonstrar as mais recentes inovações tecnológicas disponíveis para a agricultura familiar, enquanto a feira de produtos orgânicos oferece ao público a oportunidade de conhecer a variedade e a qualidade dos alimentos produzidos pela agricultura familiar brasileira.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias