Terça, 23 de Julho de 2024
(45) 99849-1698
Turismo G20 EM FOZ

G20 Discute Desenvolvimento Sustentável de Infraestrutura Natural no Parque Nacional do Iguaçu

Foz do Iguaçu recebe evento com especialistas nacionais e internacionais

28/06/2024 11h29 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação
Créditos fotografias: Nilmar Fernando e Jean Pavão
Créditos fotografias: Nilmar Fernando e Jean Pavão

Nesta quarta-feira (26), o Parque Nacional do Iguaçu sediou um evento crucial do G20, a 3ª Reunião do Grupo de Trabalho de Infraestrutura da Trilha Financeira, com foco no "Desenvolvimento Sustentável de Infraestrutura Natural". O encontro reuniu cerca de 120 participantes, incluindo especialistas dos setores público e privado, para discutir os desafios e oportunidades na gestão e financiamento dessas áreas essenciais.

Os debates enfatizaram soluções inovadoras e perspectivas financeiras para o desenvolvimento sustentável da infraestrutura natural, visando promover a conservação ambiental, o desenvolvimento socioeconômico e a equidade. Estes objetivos estão alinhados ao lema da presidência brasileira do G20: "Construindo um mundo justo e um planeta sustentável".

Munir Calaça, CEO da Urbia Cataratas, destacou a importância da preservação ambiental para o turismo: "Recebemos anualmente dois milhões de visitantes e sabemos que nenhum lugar vai prosperar, principalmente no turismo, se ele não tiver na sua essência a preservação".

Renato Rosenberg, diretor de Concessões do Serviço Florestal, compartilhou os avanços na área: "A gente atua nos estados do Pará, Amazônia, Amazonas, Rondônia e Amapá, e nossa meta é chegar aos próximos anos com cinco milhões de hectares concedidos, seguindo os bons resultados do Parque Nacional do Iguaçu."

Carla Guaitaneli, coordenadora nacional de Uso Público do ICMBio, elogiou o modelo de concessão do Parque do Iguaçu: "O Parque Nacional do Iguaçu é um exemplo de concessão que devemos levar para todo o Brasil. Como podemos ver, é mais organizado, com estrutura para conseguir dar conta de dois milhões e meio de visitantes. Ambientes preparados possibilitam trazer mais pessoas, que os turistas possam visitar com tranquilidade."

Leia mais: Suéter artesanal em algodão o conforto e o estilo para qualquer ocasião

Foz do Iguaçu, única cidade fora das capitais a receber reuniões do G20, foi escolhida estrategicamente devido à sua localização na tríplice fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai. Esta posição facilita a cooperação internacional e o diálogo sobre temas relevantes para a região, como a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável.

O Parque Nacional do Iguaçu, um dos destinos turísticos mais visitados do Brasil, exemplifica uma gestão ambiental eficaz, demonstrando que é possível conciliar turismo, desenvolvimento econômico e preservação ambiental.

O evento no Parque Nacional do Iguaçu representou um passo significativo para o debate sobre o futuro da infraestrutura natural no Brasil e no mundo. As discussões e soluções apresentadas pelos especialistas têm o potencial de contribuir para a construção de um futuro mais sustentável para todos.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias