Terça, 23 de Julho de 2024
(45) 99849-1698
Sociedade DITADURA NUNCA MAIS

Ativistas de Direitos Humanos do Paraguai e Brasil se reúnem em Asunción

Ato em Defesa da Memória Histórica no Paraguai Apresenta Pesquisa "Itaipu Binacional: Atropello y Despojo"

27/06/2024 11h34 Atualizada há 4 semanas
Por: Isel Talavera
Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação

* Por Isel Talavera

Na última terça-feira, 26 de junho, ativistas de direitos humanos do Paraguai e Brasil se reuniram em Asunción para um ato em defesa da Memória Histórica. Convocado pela "Plataforma Social de DDHH, Memoria Democracia", o evento contou com a apresentação da pesquisa intitulada "Itaipu Binacional: Atropello y Despojo".

Intervenção Política pela Defesa da Praça dos Desaparecidos

A intervenção política, realizada na Praça dos Desaparecidos no centro de Asunción, teve como objetivo defender a preservação desse espaço de memória contra propostas de instalação de um monólito em homenagem ao povo judeu vítima do Holocausto, promovidas pela comunidade judaica local. O campo progressista paraguaio vê a praça como um importante local de memória e luta democrática, homenageando especificamente os desaparecidos do terrorismo de Estado entre 1954 e 1989.

Denúncia do Massacre Palestino e Defesa da Memória Democrática

Durante o ato, os ativistas alertaram sobre o massacre enfrentado pelo povo palestino e enfatizaram a importância de manter a Praça dos Desaparecidos como símbolo da memória histórica e da democracia paraguaia. Foi iniciado um abaixo-assinado, disponível também em versão digital, para apoiar essa causa.

Pesquisa sobre Atropelos e Arbitrariedades nas Ditaduras Latino-Americanas

O evento incluiu um conservatório com as pesquisadoras brasileiras Jussaramar da Silva e Carla Luciana Silva, que apresentaram seus achados sobre violações e arbitrariedades cometidas durante as ditaduras latino-americanas no contexto da construção da Itaipu Binacional. As docentes destacaram a existência de um esquema de vigilância e patrulhamento ideológico sob a segurança da binacional.

Entrega de Dossiê ao Ministério Público

O dossiê, que está sob sigilo, foi entregue pelas pesquisadoras ao Ministério Público, expondo preocupações sobre a recuperação da memória histórica, a história dos trabalhadores da construção e os crimes dos regimes ditatoriais relacionados à Itaipu Binacional. A entrega do dossiê busca fomentar a apuração desses crimes e fortalecer a luta pela memória e justiça.

Leia mais: Suéter artesanal em algodão o conforto e o estilo para qualquer ocasião

Este ato representa um passo significativo na defesa dos direitos humanos e na preservação da memória histórica das vítimas das ditaduras na América Latina.

___

*Isel Talavera é Poetisa e Tradutora Pública Juramentada em Foz do Iguaçu

_______________________________________

As opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade do autor (a) e não refletem necessariamente a política editorial do Fronteira Livre

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Artigos
Sobre Artigos
Ele1 - Criar site de notícias