Terça, 23 de Julho de 2024
(45) 99849-1698
Geral Geral

Turismo de Itaipu deve fechar 2023 com mais de 500 mil visitas

Turismo de Itaipu deve fechar 2023 com mais de 500 mil visitas

25/12/2023 10h54 Atualizada há 7 meses
Por: Assessoria
Crédito das fotos: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional
Crédito das fotos: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

A onze dias para fechar 2023, o turismo de Itaipu trabalha com uma estimativa de terminar o ano com mais de 500 mil visitantes somente na margem brasileira. De janeiro a 20 de dezembro, já são 488 mil turistas. Se a previsão for confirmada, o movimento será aproximadamente 20% a mais do que o registrado no mesmo período de 2022, quando passaram pelos atrativos da hidrelétrica 418 mil turistas.

No acumulado desde a entrada em operação das visitas à usina, em 1977, esse número deve ultrapassar a casa dos 29,5 milhões de visitantes.

Curiosidades de 2023

O passeio Itaipu Especial (com roteiro dentro e fora da usina) foi o que mais cresceu, com um aumento de 42% em relação a 2022. O movimento de moradores(as) lindeiros(as) também surpreendeu, com incremento de mais de 55% na comparação com o mesmo período do ano passado. Outro grupo que compareceu em peso aos atrativos turísticos de Itaipu foi o estrangeiro, com aumento de 60%.

“Esses números podem sofrer algumas pequenas alterações até o fechamento do ano, mas já mostram a evolução do turismo de Itaipu, que é operado pelo Complexo Turístico Itaipu (CTI), cuja gestão é feita pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI), que criou este ano uma Diretoria de Turismo”, explica o gerente do CTI, Marcelo Giongo.

Leia mais: Justiça suspende eleição do Centro de Direitos Humanos de Foz do Iguaçu

Abertura

Embora a visitação tenha sido aberta em 1977, a primeira visita de Itaipu que se tem registro foi em 15 de abril de 1976. A usina ainda era um imenso canteiro de obras quando recebeu 27 integrantes do Clube de Engenharia do Rio de Janeiro. No ano seguinte, em 1977, quando as estatísticas de visitação começaram a ser feitas, foram 16.251 turistas só pela margem brasileira da Itaipu. Em 1978, as visitas também passaram a ser contabilizadas pelo Paraguai.

A partir de 1984, quando a primeira unidade geradora da hidrelétrica binacional entrou em operação, a visitação começou a ter um crescimento exponencial. Naquele ano foram recebidos na Itaipu 570.588 visitantes, somando as entradas pelos dois países. Os melhores anos do histórico são 2018 e 2019, quando Itaipu rompeu a barreira anual de mais de um milhão de pessoas. O recorde foi registrado em 2019 com 1.028.225 turistas, também contabilizando as duas margens da usina.

[caption id="attachment_30790" align="alignnone" width="822"] Crédito das fotos: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional[/caption]

Personalidades

Ao longo desses anos, várias visitas ilustres passaram pela usina e deixaram sua marca, com plantio de árvores no Bosque do Visitantes. Entre elas, a família real da Dinamarca, que por mais de uma vez esteve em Itaipu; o chanceler Helmut Kohl, considerado o “pai” da reunificação da Alemanha; e a ex-primeira-dama da França Danielle Miterrand, que veio como presidente da Fundação France Liberté.

Outras personalidades, das mais diversas áreas, também se destacam entre as visitas ilustres, como a sanitarista Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança; o fotógrafo Sebastião Salgado; o escritor e cartunista Ziraldo Alves Pinto; o tenista Gustavo Guga Kuerten; a jogadora de basquete Hortência Marcari; o empresário de telecomunicações José Roberto Marinho, do grupo Globo; o técnico de futebol Luiz Felipe Scolari, o Felipão; a apresentadora Xuxa Meneghel; e os atores José Wilker e Maitê Proença, entre muitas outras personalidades.

Para mais informações sobre o turismo de Itaipu e agendamento de passeios podem ser obtidos no endereço www.turismoitaipu.com.br.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias